Depois de apresentar as tecnologias da Parker Velcon, a segunda parte dessa série de reportagens sobre as soluções Parker para o mercado de mineração traz outras opções que contribuem para o aumento da produtividade, redução de custos e elevação da eficiência de máquinas e equipamentos.

Tensionamento automatizado de correias transportadoras

Essenciais na mineração, as correias transportadoras de borracha dependem de ajustes periódicos de tensão para funcionar de forma eficiente. A técnica convencional de esticamento exige a parada do equipamento e a movimentação de um guindaste com operador para que um contrapeso seja colocado no esticador.

Para resolver definitivamente este problema, a Parker desenvolveu um sistema hidráulico automatizado que substitui com vantagens o sistema de contrapeso. A inovação elimina a necessidade de parada da máquina, ampliando a segurança e reduzindo o custo da operação.

Acionamento com motores hidráulicos de pistões radiais

Nos diversos processos da mineração, é possível obter grande economia com a substituição dos motores elétricos por motores hidráulicos para o acionamento de máquinas. Desta forma consegue-se reduzir o consumo de energia elétrica, cujos custos se elevaram fortemente nos últimos anos.

Um bom exemplo encontra-se nos alimentadores de sapata. Para aplicações como essa, a Parker disponibiliza no Brasil os motores hidráulicos de pistões radiais, de sua divisão Calzoni. Desenvolvidos na Itália, esses motores especiais com deslocamento fixo ou variável podem ser montados em qualquer posição e oferecem vida útil elevada, com baixo índice de manutenção mesmo nas operações mais pesadas. Rodas de caçamba, alimentadores de sapata e viradores de vagão são algumas aplicações para esses motores, que também podem ser montados diretamente em redutores e possuir freios estacionários.

Além do menor consumo de energia, a troca do motor elétrico pelo hidráulico traz outros ganhos relevantes, como economia de espaço e maior facilidade no controle.

Sistemas hidráulicos para moinhos

Recentemente a Parker desenvolveu uma unidade hidráulica específica para o acionamento do sistema de giro lento para moinhos, que até então era acionado eletricamente.

Compacto e customizado, o projeto recebeu uma bomba de circuito fechado Gold Cup e um motor hidráulico F12, ambos Parker. Desta forma, foi possível dimensionar um reservatório de menor capacidade, o que auxiliou na redução de custos. Montada na própria bomba, a válvula proporcional ligada ao controlador IQAN dispensou o uso de outro subsistema para controle. O conjunto está operando eficientemente desde 2015.

“Como fornecedora global de tecnologias para o controle do movimento, a Parker tem know-how para oferecer soluções customizadas em praticamente todas as etapas do processo de mineração, desde a extração até o embarque”, observa Ricardo Brancaccio (foto). “Além das fábricas locais, nossa vantagem competitiva é disponibilizar consultores de vendas especializados para auxiliar os fabricantes de máquinas no dimensionamento e seleção dos sistemas, contando ainda com uma ampla rede de distribuidores para atender os usuários finais em todo o Brasil”, conclui o gerente de contas da Parker.

Fonte – Parker Foto –  Divulgação / Parker.com